Botox: ameniza rugas, linhas de expressão e muito mais

prevenção e cuidados da pele
Prevenção é a melhor opção para cuidar da pele
24 de novembro de 2018
olheiras
Como se livrar das olheiras?
14 de janeiro de 2019
Exibir tudo

Botox: ameniza rugas, linhas de expressão e muito mais

botox

Amplamente conhecida como botox, a toxina botulínica é utilizada em procedimentos estéticos, em especial na face e no pescoço.

Mas, para que serve? Como fazer aplicações e não ficar exagerado? As dúvidas sobre botox são muitas!

O que são linhas de expressão?

Antes de falar sobre a ação do botox, é importante entender um pouco mais sobre linhas ou rugas de expressão, sinais que aparecem com nosso envelhecimento.

Elas aparecem na face, na forma de sulcos ou rugas, provocadas pela ação dos músculos de expressão. O uso desses músculos varia de uma pessoa para outra.

O que acontece, ao longo do tempo, é que o músculo, sendo contraído repetidas vezes, fica hipertrofiado e com a tonicidade aumentada (Tônus é o grau de contração que permanece, mesmo no músculo em repouso).

Essa hipertrofia forma sulcos e rugas, que aparecem de forma muito marcada no momento da expressão e permanece, um pouco menos marcado, mesmo quando não se está contraindo o músculo.

Com o passar do tempo, e com a instalação do processo de envelhecimento, a pele se quebra e as rugas ficam ainda mais acentuadas e marcadas.

A ação da luz solar, provocando o fotoenvelhecimento, tira a elasticidade e todo esse processo se acentua, dando um aspecto envelhecido na pele do rosto.

Como age o botox

A toxina botulínica bloqueia os sinais do sistema nervoso para os músculos. No local onde é injetada, o músculo não pode contrair, o que leva faz com que as rugas do local relaxem.

Por isso, é mais comumente usada em linhas da testa, pés de galinha (linhas ao redor do olho) e linhas de expressão.

Vale lembrar que rugas geradas a partir de danos causados ​​pelo sol e pela gravidade não respondem ao botox. Nesses casos, recomendam-se outros tratamentos.

Efeito e duração

O botox interfere, seletivamente, na capacidade de contração da musculatura e, por isso, as linhas de expressão são suavizadas.

Em muitos casos, uma semana após a aplicação elas ficam praticamente invisíveis e os efeitos duram de quatro a seis meses.

O tratamento dura cerca de 5 meses, dependendo de características individuais e da qualidade do produto utilizado.

Não significa que o BOTOX® deva ser reaplicado imediatamente após esse período, porque o músculo causador das rugas ainda está fraco e só deve ser tratado quando recupera o tônus normal.

Outro benefício

Com a falta de função temporária do músculo, o hábito condicionado que forma rugas de expressão diminui e, com esse descondicionamento,a velocidade de aparecimento de novas rugas é menor.

Então, mesmo parando o uso, permanece um efeito benéfico por um certo tempo. Mas, com as aplicações repetidas, no tempo certo, existe uma tendência de um efeito cada vez mais prolongado.

Recomendações para botox

O número de aplicações necessárias e os pontos em que serão aplicados são definidos de acordo com características individuais do paciente, seguindo as recomendações do especialista, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia SBD.

Resultados naturais devem ser prioridades do médico especialista.

Não podem realizar a aplicação:

Mulheres grávidas ou amamentando e pessoas que estejam usando antibiótico derivado de aminoglicosídeos. Também não podem passar pelo procedimento pessoas portadoras de algumas doenças neurológicas, hipersensibilidade à algum componente da fórmula e processos inflamatórios no local da aplicação.

Outras funções do botox

Além da finalidade estética, o botox, pode ser usado em diversos tratamentos, desde melhoria das enxaquecas, até o controle da sudorese excessiva.

Sudorese excessiva: é utilizada para impedir que o sistema nervoso simpático estimule as glândulas sudoríparas a produzirem suor.

Aplicações são realizadas em pontos de maior concentração dessas glândulas. A durabilidade média dos resultados é de 6 meses.

O efeito, nesse período, é a redução da quantidade de suor produzida pelo corpo no local.

– Enxaqueca e a cefaleia tensional: é injetada em músculos específicos da cabeça e do pescoço, para relaxar a musculatura. O resultado do botox, nesse caso, é o alívio da sensação de pressão que pessoas com essa condição sentem.

– Estrabismo: uma aplicação é feita diretamente no músculo externo do olho, concedendo o alinhamento natural dos olhos, devido ao relaxamento da musculatura.

O procedimento não substitui a cirurgia de correção, mas,é uma opção bastante eficaz e pouco invasiva, em se tratando de disfunções oftalmológicas, funcionando como correção temporária em certos tipos de estrabismo.

Conclusão

O botox aparece como importante parceiro, não apenas para tratamento dermatológico da face e do pescoço, como também para fins terapêuticos.

É importante ressaltar a importância de realizar quaisquer desses procedimentos com profissional devidamente habilitado para tal, pela sua segurança.

A toxina é liberada pelo FDA (controle de medicamentos) americano, e pelo Ministério da Saúde Brasileiro, como bloqueador muscular e usado por médicos treinados não apresenta complicações sérias.

Ocasionalmente, podem ocorrer pequenos hematomas e reações, como vermelhidão no local da aplicação.

Porém, é óbvio que exagerar na dose ou cair na mão de um profissional inexperiente pode resultar em hematomas maiores, perda de expressão facial, queda das pálpebras e enfraquecimento dos músculos.

Por fim, vale lembrar que, além dos usos acima citados, o botox pode ser usado para tratar casos de bruxismo, doenças que provocam espasmos musculares, para melhorar o aspecto estético de cicatrizes de cirurgias e, ainda, para incontinência urinária.

Quer se manter informado sobre botox e outros procedimentos? Siga o Instituto Villela no Instagram.

Instituto Villela
Instituto Villela
Dra. Vivian Villela é especialista em Clínica Médica e Dermatologia pela Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo. É titulada Especialista em Dermatologia pela Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) e pela Associação Médica Brasileira (AMB). Membro titular da SBD.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

botox-ameniza-rugas-linhas-de-expresso-e-mais-dra-vivian-villela