Vasinhos faciais: como tratar as telangiectasias

Acne na idade adulta
Acne na idade adulta: como tratar esse problema
31 de julho de 2018
Tratamento duradouro contra rugas
Tratamento duradouro contra rugas
16 de agosto de 2018
Exibir tudo

Vasinhos faciais: como tratar as telangiectasias

Vasinhos faciais

Os vasinhos faciais, também conhecidos como “veias de aranha” ou telangiectasias, aparecem quando há uma dilatação ou aumento dos vasos, logo abaixo da superfície da pele. Isso resulta em pequenas linhas vermelhas que se espalham, principalmente nas regiões próximas ao nariz. Mas, esse tipo de problema pode se desenvolver em qualquer parte do corpo. Embora, na maioria das vezes inofensivos, os vasos sanguíneos quebrados podem se tornar um incômodo. A boa notícia é que essas veias são tratáveis!

Causas dos vasinhos faciais

Algumas pessoas têm maior tendência para desenvolver vasinhos. O fato é que quando dilatados ou quebrados, deve haver um diagnóstico, porque seus riscos dependem da causa específica. Conheça as principais causas:

Hereditariedade e genética

Por razões desconhecidas, os vasinhos tendem a ocorrer de maneira hereditária. Infelizmente, tendem a aumentar com a idade.

Gravidez

Um aumento dos hormônios estrogênicos durante a gravidez pode levar a vasos sanguíneos rompidos. Os vasinhos relacionados à gravidez, geralmente se curam sozinhos após o parto. Vale ressaltar que alterações na pele durante a gestação são comuns.

Rosácea

Essa condição leva à pele vermelhidão e rubor excessivo. É comum pessoas com a rosácea terem vasinhos dilatados.

Exposição solar

A exposição excessiva ao sol pode aumentar os vasos sanguíneos. Se houver algum tipo de queimadura solar, a camada superior da pele pode descascar temporariamente e tornar alguns dos vasos sanguíneos do rosto mais perceptíveis.

Mudanças climáticas

O clima quente aumenta a dilatação dos vasos sanguíneos.

Álcool

O consumo excessivo ou exagerado de álcool pode levar ao aparecimento de vasinho, isso porque a substância é dilatadora.

Lesões

Podem causar hematomas, que, posteriormente, podem levar ao rompimento de vasos.

Vômito ou espirro

A pressão súbita e extrema no rosto causada por um espirro ou um vômito pode romper os vasos sanguíneos da pele.

Tratamentos contra vasinhos

Hoje, existem vários tratamentos eficazes contra os vasinhos faciais. Em grande parte das vezes sua recuperação é rápida e não há a necessidade de afastamentos das atividades diárias. Mas, vale ressaltar que o diagnóstico, assim como o tratamento, é feito de forma individual. Conheça os principais tratamentos:

Cremes tópicos

Especialmente aqueles com retinóides, ajudam a reduzir a aparência dos vasos dilatados, removendo a camada mais externa da pele. São muito utilizados nos tratamentos contra rosácea;

Laser Fotona

O laser Fotona 4D Nd Yag está entre os tratamentos de laser mais indicados para reduzir os vasinhos, devido ao comprimento ideal de onda. É possível começar a ver resultados logo na aplicação;

Escleroterapia

Baseada em injeções, essa técnica dissolve os vasinhos e faz com que eles desapareçam em poucas semanas. Durante o procedimento é injetada uma solução diretamente nos vasos sanguíneos rompidos, que são totalmente fechados. O sangue é redirecionado para vasos saudáveis.

Por fim, lembramos que é natural, após algum tempo, que os vasinhos voltem a aparecer, pois sua origem básica envolve fatores genéticos e hormonais, que não são modificados com o tratamento. Geralmente, o paciente deve retornar no período de seis meses a um ano para ver se já existe necessidade de novo ciclo de tratamento. O procedimento pode ser repetido quantas vezes forem necessárias.

Instituto Villela
Instituto Villela
Dra. Vivian Villela é especialista em Clínica Médica e Dermatologia pela Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo. É titulada Especialista em Dermatologia pela Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) e pela Associação Médica Brasileira (AMB). Membro titular da SBD.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

vasinhos-faciais-como-tratar-as-telangiectasias-instituto-villela